O que é Ortodontia? Conheça essa área da Odontologia!

Publicado em 07/02/2022 00:00 - Atualizado em 27/07/2022 19:29

A Odontologia é uma área da ciência de muita importância para a saúde e o bem-estar de todos, visto que estuda e trata de um conjunto de estruturas que compreende o crânio, a face, pescoço e cavidade bucal, abrangendo ossos, musculatura mastigatória, articulações, dentes e tecidos. Por tratar-se de um campo de conhecimento essencial e tão diversificado, está subdividido em inúmeras especialidades.

A partir daí, saber o que é Ortodontia é relevante, já que é uma das especialidades da odontologia que dedica seus estudos aos cuidados com o crescimento e desenvolvimento da face, assim como dos dentes de leite, da dentição mista e permanente, e seus desvios de regularidade. Assim, o profissional é capaz de prevenir e corrigir falhas na posição dos dentes.

Nesse sentido, é importante destacar que a ortodontia é uma das especialidades que mais cresce no mercado, visto que o especialista pode atuar com grupos etários diversos. A principal finalidade do profissional é garantir ao cliente um sorriso bonito e alinhado, situação que interfere significativamente na autoestima do indivíduo. Continue a leitura e saiba mais a respeito da área! 

O que faz um ortodontista? 

Para entendermos melhor, é importante salientar que dentista é o profissional que avalia todos os possíveis problemas bucais e estabelece os tratamentos necessários, ou direciona o paciente para um especialista, já que nem todo dentista é capaz de realizar a correção na posição dos ossos ou dos dentes da boca, por exemplo. Para oferecer esse tipo de serviço é necessário se especializar em Ortodontia.

O ortodontista, por sua vez, é o especialista capaz de proceder de forma eficiente na resolução dos problemas de posicionamento dos dentes, que influencia diretamente na qualidade da mastigação e na beleza do sorriso. 

Portanto, é um profissional fundamental no mercado, uma vez que só ele pode proceder e acompanhar o tratamento com o uso do aparelho odontológico, o que resultará em um sorriso alinhado e uma mastigação eficiente, evitando problemas gástricos, melhora na respiração e na fala, além de prevenir dores de cabeça por causa de tensões musculares e do encaixe errôneo dos dentes.

Quais as principais funções de um ortodontista? 

O profissional pode atuar na ortodontia corretiva — que objetiva a correção do problema —, na ortodontia interceptiva — que procura a formação do problema do adolescente ou da criança —, na ortodontia preventiva — direcionada para a prevenção, podendo inserir aparelho móvel em crianças. 

O que é necessário para atuar nessa área? 

O primeiro passo para atuar na área ortodôntica é iniciar uma faculdade de Odontologia. Na graduação é necessário estudar algumas disciplinas, como cirurgia oral, tratamento adulto, infantil e idoso, diagnóstico bucal, gestão, odontologia restauradora, ética profissional e entre outras. O trabalho de conclusão e o estágio durante o curso são obrigatórios, além do diploma e do registro no Conselho Regional de Odontologia.

Após obter o diploma, você pode começar com a especialização na área. Sendo que na especialização é necessário estudar os seguintes conteúdos: 

  • aparelhos extrabucais; 
  • análise facial; 
  • aparelhos removíveis; 
  • biomecânica e mecânica do movimento ortodôntico; 
  • cefalometria;
  • classificação das más oclusões; 
  • bioética 
  • componentes do aparelho ortodôntico fixo; 
  • crescimento e desenvolvimento craniofacial; desenvolvimento da oclusão; 
  • estética e ortodontia; 
  • etiologia das más oclusões; 
  • extração seriada e incisivos inferiores; 
  • hábitos deletérios; 
  • fonoaudiologia e ortodontia; 
  • fotografia em ortodontia; 
  • mantenedores e recuperadores de espaço; 
  • moldagem e modelos de estudo; 
  • materiais dentários para ortodontia; 
  • mordia aberta anterior; 
  • mordida cruzada cruzada anterior e posterior; 
  • ortodontia contemporânea; 
  • ortodontia corretiva, 
  • planejamento ortocirúrgico; 
  • radiologia com finalidade ortodôntica; 
  • reações teciduais às forças ortodônticas. 

Normalmente, a especialização em ortodontia tem duração de três anos. Ela conta com aulas discursivas, teóricas e práticas. Além disso, para o especialista exercer sua profissão ele precisa realizar sua inscrição no Conselho Federal de Odontologia (CFO) e no Conselho Regional de Odontologia (CRO). 

É válido ressaltar que para lecionar a respeito de Ortodontia, é recomendado fazer a pós-graduação stricto sensu, para que o estudante se torne mestre e, em seguida, doutor. Esse curso dura em torno de 2 anos. 

Onde estudar? 

Como dissemos anteriormente, para iniciar a especialização é essencial ter o diploma de conclusão do curso superior em Odontologia. Desse modo, o primeiro passo para ser um especialista em Ortodontia é fazer uma boa graduação.

Saiba que ao procurar uma faculdade, é necessário verificar se o curso apresenta a certificação do Ministério da Educação (MEC) pois, apenas instituições reconhecidas pelo MEC, podem oferecer diplomas que tenham validade no mercado de trabalho. Logo, é necessário escolher uma faculdade com cuidado e atenção. 

Qual a diferença entre um ortodontista e um dentista? 

Uma das maiores dúvidas é a respeito da diferença entre um dentista e um ortodontista. Sendo que o primeiro são profissionais formados apenas na faculdade de Odontologia. De forma geral, podem trabalhar na prevenção e na atuação contra problemas bucais, podendo também se especializar em uma área mais específica.

O ortodontista já é um profissional da odontologia especializado. Para isso ele precisa ter feito a especialização que o capacitará a trabalhar na prevenção e nos cuidados com problemas relacionados às irregularidades e ao posicionamento na formação dos dentes. 

Quais os problemas bucais que um ortodontista pode solucionar? 

Um ortodontista é fundamental no mercado, pois diversos são os problemas bucais presentes na população que afetam a sua qualidade de vida. Dessa forma, as pessoas que apresentam dentes tortos e fora da posição, diastemas, falta de proporção entre os maxilares, falta de espaço para a acomodação dos dentes permanente e respiração bucal podem procurar esse especialista para solucionar tais questões, ajudando no bem-estar dos seus pacientes. 

Como está o mercado de trabalho? 

Como já foi mencionado, o ortodontista é o responsável pela saúde bucal e estética dos clientes em uma clínica odontológica. Como, hoje em dia, as pessoas estão muito vaidosas e buscam cuidar da beleza dos seus dentes, o mercado de trabalho para o ortodontista está bom e tende a cresce muito, eles são necessários em consultórios particulares e públicos. 

Portanto, é essencial saber o que é Ortodontia pois essa especialização é primordial para ajudar você entender os principais problemas bucais e como solucioná-los. Para conseguir sucesso no mercado, é essencial buscar por uma boa instituição, já que ela será responsável pela qualidade do seu conhecimento. 

Gostou do nosso post? Então, aproveite para assinar nossa newsletter para ficar por dentro de mais assuntos!